Blog

Remoção de tatuagem. Conheça as técnicas e possibilidades

Cirurgia, Dermoabrasão, Laser são procedimentos utilizados na remoção

O processo para fazer uma tatuagem geralmente leva bastante tempo e demanda muito cuidado e paciência tanto do tatuador quanto da pessoa que está sendo atendida. Ainda assim, é comum que o resultado não saia como o esperado, ou que a pessoa tatuada se arrependa do tema escolhido para o desenho, ou ainda, que decida, por motivos estéticos, que não deseja mais ter essa marca no corpo.

É então que começam a surgir as dúvidas sobre a remoção de tatuagem. Afinal, quais são os métodos mais seguros para retirar o desenho e como são realizados esses procedimentos?

Atualmente, existem três maneiras principais para realizar a remoção de tatuagem: a cirurgia, o laser e a dermoabrasão. Veja, no post de hoje, as características principais de cada uma delas!

Cirurgia

A cirurgia é indicada para quem deseja remover tatuagens pequenas. Ela consiste em retirar a parte da pele que contém o desenho e depois unir a pele ao redor por meio de pontos, de forma que a região possa cicatrizar e a tatuagem seja removida.

É importante lembrar, no entanto, que por ser um procedimento mais complexo, ele é realizado com o auxílio de uma anestesia local ou geral e que essa técnica deixa cicatrizes. Além disso, é recomendado que ela seja realizada apenas em partes do corpo em que há sobras de pele.

Dermoabrasão

A dermoabrasão, ou lixamento cirúrgico, é uma técnica que tem por objetivo retirar as camadas superficiais da pele do local da tatuagem por meio de uma esfoliação mecânica, que pode ser realizada de forma manual ou com aparelhos elétricos.

Após algumas semanas da realização do procedimento, a pele irá se recuperar normalmente e o paciente poderá voltar às suas atividades rotineiras em aproximadamente 10 dias.

Porém, é preciso ter em mente que esse método pode não ser muito eficiente em alguns casos, pois é possível que a tinta da tatuagem não esteja nas camadas mais superficiais da pele e que, consequentemente, o desenho não seja removido por completo, ou ainda, que a remoção de toda a tatuagem resulte em pequenas cicatrizes.

Além disso, a dermoabrasão é contraindicada para pessoas com peles negras ou escuras, pois pode gerar manchas.

Laser

O laser é um dos procedimentos mais famosos e mais eficientes para a remoção de tatuagem. Essa técnica faz uso de um aparelho que projeta pulsos de luz sobre a pele, que dissolverão as partículas de tinta que formam o desenho, permitindo que elas sejam absorvidas pelos glóbulos brancos e eliminadas do organismo de forma natural.

As vantagens desse procedimento são que ele não causa danos ao tecido da pele (com exceção de possíveis variações de pigmentação no local), e que a sua realização normalmente não gera cicatrizes.

No entanto, deve-se considerar que a remoção por laser funciona melhor em tatuagens com tinta preta, e pode não ser o suficiente para remover tons de verde e amarelo. Além disso, o procedimento pode gerar dor, que pode ser amenizada por meio da aplicação de um anestésico local pelo médico.

Existem diversos métodos para realizar a remoção de tatuagem, e a técnica certa para você deve ser escolhida com calma e de acordo com o resultado desejado. Por isso, não deixe de consultar um profissional qualificado, que avaliará os prós e contras de cada procedimento e te auxiliará em todas as etapas do processo.

 


Fonte: Clínica Gontijo.

 


Alguma dúvida?
Preencha abaixo todos os campos
que responderemos o mais breve possível.
Abrir Mapa