Blog

Cirurgiã oferece reconstrução de aérolas mamárias com pigmentação a vítimas de câncer

A cirurgiã-plástica Maíne Trece, como ação de apoio ao Outubro Rosa, quer devolver a autoestima e a confiança a mulheres submetidas a uma mastectomia (retirada da mama) após enfrentarem um câncer. Para isso, a profissional promove gratuitamente no dia 20 de outubro, em sua clínica, o redesenho das aréolas com micropigmentação de mulheres que já fizeram a reconstrução da mama.

O método, que normalmente chega a custar R$ 5 mil, é uma técnica 3D, realista, que utiliza pigmento e é aplicada na camada superficial da pele. A cirurgiã ressalta que o tratamento não é um procedimento cirúrgico e a paciente pode sentir um leve incômodo. "A micropigmentação é feita com uma microagulha e é utilizado um anestésico antes do procedimento. É similar a uma tatuagem, a diferença é que a tatuagem usa tinta e a micropigmentação utiliza pigmento, que é menos danoso. A tatuagem é na camada mais profunda e a micropigmentação mais superficial", diz a cirurgiã.

 

Técnica tenta reproduzir aréolas realistas | Foto: Instituto Ibrape

 

Trece explica que o atendimento dura em torno de uma hora para ser concluído em cada mulher. "Todo tratamento é feito de forma estéril. O procedimento é feito numa sala esterilizada, com todos materiais estéreis. Primeiro fazemos o molde, analisamos a mama, para depois realizar o tratamento. O tempo depende do que seja necessário fazer, mas demora em torno de 1 hora. Em um dia, conseguimos atender muitas mulheres", contou.

Após a micropigmentação, a paciente é instruída a utilizar uma pomada indicada pela cirurgiã por 15 dias, para acelerar a cicatrização.

Para realizar o procedimento gratuito, é necessário que a paciente tenha feito a mastectomia pelo SUS há pelo menos 6 meses e que não esteja fazendo radioterapia. A mulher deve entrar em contato com a clínica através do telefone 71 3042-0085 e responder a um formulário, visto que há pacientes que não podem realizar a micropigmentação. A cirurgiã-plástica pede ainda que as interessadas levem fraldas no dia do procedimento, que posteriormente serão doadas para a Creche & Escola Mãe Nildete.

 


Fonte: Renata Farias / Renata Gomes - Bahia Notícias


Compartilhe:
Alguma dúvida?
Preencha abaixo todos os campos
que responderemos o mais breve possível.
Abrir Mapa