Blog

Tatuagem ponto a ponto ganha adeptos no Piauí

Handpoke é uma técnica de modificação corporal, feita com a agulha na mão

Uma técnica bastante artesanal e muito antiga tem se tornado cada vez mais popular: a handpoke. Esse procedimento de pigmentação da pele consiste em desenhar, manualmente e ponto a ponto, a tatuagem. O trabalho é mais lento e minucioso, resultando em um traço mais grosso e com pigmentação mais forte.

Handpoke é uma técnica de modificação corporal, quando a tatuagem é feita com a agulha na mão e contando com o talento e conhecimento do tatuador. Thiago Saraiva é o primeiro artista a trazer a técnica para o Piauí. Ele trabalhou por alguns anos com um tatuador japonês, quando morava em São Paulo, e decidiu adaptar o estilo e apresentar aos seus clientes este ano.

“Essa é uma técnica muito antiga, mas por um tempo ficou esquecida. Antes das máquinas as tatuagens eram feitas à mão, mas com o surgimento desses equipamentos as pessoas foram esquecendo essa técnica manual. Mas, influenciadas principalmente por experiências do exterior, as pessoas voltaram a usar o handpoke. Eu comecei a fazer profissionalmente agora, mas observo que as pessoas ainda têm receio”, explica.

 

As pessoas que fazem tatuagem com a técnica handpoke geralmente buscam novas experiências. Foto: Reprodução

 

Para fazer uma tatuagem em handpoke é necessária uma técnica específica, vez que ela é mais complexa, já que leva-se em consideração a pressão e a perfuração da agulha. Quanto aos cuidados, o tatuador pontua é o mesmo de uma tatuagem normal, como a utilização de material descartável, tintas aprovadas pela Vigilância Sanitária, luvas, entre outros.

A técnica pode ser feita com uma agulha específica ou a da própria máquina de tatuar. Antes de oferecer o estilo em seu estúdio, Thiago Saraiva testou em si e garante que a sensação é diferente. “Engraçado que todas as experiências que eu tive as pessoas dizem que dói menos do que com a máquina. A handpoke é feita furo a furo, ponto a ponto, o que dá mais controle na mão e acaba pesando menos, diferente da máquina, que tem a força do motor batendo. Com isso, a dor é menor do que a tatuagem tradicionalmente à máquina”, disse.

Resultado e acabamento são únicos

Apesar de ser possível fazer diversos tipos de desenho, o profissional explica que, quando maior, mais trabalhoso. Esse acaba sendo o diferencial dessa técnica, que oferece um resultado e acabamento singular.

Segundo Thiago Saraiva, as tatuagens em handpoke podem demorar até duas vezes mais do que uma tatuagem feita com máquina. “Se for um detalhe ou uma tatuagem de dedo é mais rápido, mas se for uma maior ou colorida acaba aumentando o tempo, e pode levar ainda mais tempos se for colorida”,

Thiago Saraiva lembra ainda que as pessoas que fazem tatuagem com a técnica handpoke geralmente buscam novas experiências. O tatuador comenta que esse tipo de trabalho tem atraído os amantes de tatuagem, sobretudo aqueles que já possuem muitas tatuagens.

“Pontos mais próximos ou mais distantes vão criando imagens, formas linhas e preenchimentos, então é uma tatuagem que não vai ter tanto realismo como uma feita com máquina. Ela acaba sendo uma tatuagem mais rústica, tradicional, e essa é a grande vantagem e interesse por parte de quem deseja fazer uma tatuagem com essa técnica”, disse.

É possível fazer praticamente todo tipo de desenho com o handpoke, principalmente usando o pontilhismo ou desenhando linhas mais espessas, como são feitas no estilo old school.

 


Fonte: Isabela Lopes - portalodia.com


Alguma dúvida?
Preencha abaixo todos os campos
que responderemos o mais breve possível.
Abrir Mapa